Decisão do STJ de também beneficiar mulher de Queiroz causa alívio na família Bolsonaro

Decisão do STJ de também beneficiar mulher de Queiroz causa alívio na família Bolsonaro
Pris√£o domiciliar de Queiroz foi recebida com alívio pela família Bolsonaro

A decis√£o do presidente do Superior Tribunal de Justi√ßa (STJ), ministro Jo√£o Ot√°vio de Noronha, de conceder a pris√£o domiciliar para Fabrício Queiroz e para a mulher dele, M√°rcia Aguiar, foi recebida com alívio pelo grupo político mais próximo da família Bolsonaro. O principal fator de comemora√ß√£o foi o fato de a decis√£o ter beneficiado também a mulher de Queiroz, que estava foragida.

Nestas três semanas, o ex-assessor do ent√£o deputado estadual e hoje senador Fl√°vio Bolsonaro (Republicanos-RJ) manteve a blindagem ao antigo chefe nos depoimentos prestados depois da pris√£o. Mas M√°rcia era vista como um fator de desestabiliza√ß√£o do próprio Queiroz, j√° que muitos apontavam a família como o ponto fraco do ex-assessor.

De forma reservada, ministros de tribunais superiores viram com surpresa a decis√£o de conceder um benefício – como a pris√£o domiciliar – para alguém que estava foragida, como era o caso de M√°rcia Aguiar.

Nas investiga√ß√Ķes, ela aparece com um papel fundamental n√£o só para manter Queiroz escondido, mas também para estabelecer contato com a família do capit√£o Adriano Nóbrega, apontado como miliciano, e morto numa a√ß√£o da polícia na Bahia no início do ano.

STJ concede pris√£o domiciliar a Fabrício Queiroz e à mulher, M√°rcia Aguiar, foragida

Rede Globo
CORES DEMO
PERSONALIZADA

Crie seu degradê:


OUTROS TEMAS