Sasha consegue na Justiça a rescisão indireta do contrato com o Santos

Sasha consegue na Justiça a rescisão indireta do contrato com o Santos

A Justiça do Trabalho de Santos autorizou a rescisão indireta do contrato entre o atacante Eduardo Sasha e o Santos. A decisão do juiz Carlos Ney Pereira Gurgel, da 6ª Vara do Trabalho, foi tomada no início da noite desta sexta-feira, e baseada em atrasos salariais do clube com o jogador, além da redução de salários sem acordo durante a pandemia.

"Logo, diante de todos os fatos analisados, concedo a tutela de urgência ao autor para declarar a rescisão indireta de seu contrato de trabalho com o Santos Futebol Clube, ficando autorizada a sua transferência "para outra entidade de prática desportiva, inclusive da mesma divisão, independentemente do número de partidas das quais tenha participado na competição, bem como a disputar a competição que estiver em andamento", na forma do art. 31 da Lei 9.615/1998", diz um trecho do documento.

Leia também

Vampeta se diz contra MP do Futebol: 'Se não fosse a Globo, muitos clubes já teriam quebrado'

Após imbróglio, Corinthians ganha importante reforço para semifinal contra Mirassol

Marinho chora após fala racista de comentarista: 'A justiça não pune esses vermes'

O contrato do jogador com o clube iria até 31 de dezembro de 2022. O Santos fechou um acordo por 100% dos direitos econômicos de Sasha por R$ 12 milhões, mas não quitou o débito por completo com o Internacional. A decisão coloca o atacante livre no mercado para negociar com outros clubes.

* Em atualização

CORES DEMO
PERSONALIZADA

Crie seu degradê:


OUTROS TEMAS