Polícia Segurança

Médicos, técnicos de enfermagem e donos de pousadas estão entre os presos em esquema criminoso no PR

Por Administrador

06/10/2020 às 12:46:20 - Atualizado h√°
Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, onde acontecia a fraude. Foto: Divulgação

Durante o cumprimento dos mandados de pris√£o, outras três pessoas foram detidas em flagrante. "Além das 14 pris√Ķes tempor√°rias, outros três foram presos em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Ent√£o, s√£o 16 pessoas, entre médicos, técnicos de enfermagem, donos de pousadas, agenciadores. O vereador, que era um dos agenciadores, também foi preso em S√£o Paulo. Teve também a pris√£o de um auditor fiscal que trabalhava aqui na Regional da Saúde em Curitiba", contou o delegado à Banda B.

A participa√ß√£o do auditor fiscal da 2¬™ Regional de Saúde, em Curitiba, era a de fazer vistas grossas para os documentos falsos e autorizar o procedimento, mesmo ciente da ilicitude, segundo a Polícia Civil. "Ele autorizava esses procedimentos irregulares, mesmo que essas guias fossem falsas, com dados falsos e, muitas vezes, as guias eram duplicadas para que os médicos pudessem receber duas vezes perante o SUS. Esse auditor autorizava indevidamente esses procedimentos", completou Thiago Nóbrega.

Ainda, donos de pousadas também foram presos no esquema, j√° que depois de realizarem a cirurgia, os pacientes ficavam hospedados nesses locais da regi√£o para facilitar o retorno ao hospital em sete dias para receber alta para voltar às cidades de origem. "Como essa cirurgia é feita apenas em pacientes do Paran√°, esses intermediadores que captavam pessoas que estavam nas filas falsificavam documentos de pessoas que eram de outros estados: guia de internamentos, documentos, celulares com DDD 41, endere√ßos daqui, para que essas pessoas pudessem furar fila mediante a pagamento e realizar a bari√°trica. Esses donos de pousadas sabiam do esquema e também foram presos", descreveu o delegado à Banda B.

A organiza√ß√£o criminosa é investigada pelos crimes de extors√£o, falsidade ideológica, uso de documento falso, concuss√£o e organiza√ß√£o criminosa.

Hospital

Assim que a Opera√ß√£o come√ßou, o Hospital Angelina Caron (HAC) emitiu uma nota oficial à imprensa afirmando que n√£o realiza cobran√ßa de paciente para os procedimentos feitos pelo SUS.

"As denúncias acerca desse tipo de fraude têm recebido a aten√ß√£o do HAC, que também é vítima de eventuais ilegalidades praticadas por pessoas que prometam agilizar o atendimento mediante pagamento, enganando e aproveitando-se de pacientes. O hospital realizou dois boletins de ocorrência na Delegacia de Polícia de Campina Grande do Sul, em maio de 2019 e em janeiro de 2020, sobre denúncias recebidas acerca de cobran√ßa e privilégio de atendimento em caso de paciente candidato a cirurgia bari√°trica. O hospital est√° e sempre esteve à disposi√ß√£o das autoridades, n√£o tendo recebido qualquer notifica√ß√£o em processo aberto para apurar pr√°ticas ilegais que envolvam seus colaboradores", diz a nota.

No entanto, o delegado Thiago Nóbrega disse que os dois boletins de ocorrência feitos pelo hospital aconteceram quando a opera√ß√£o j√° estava no período de investiga√ß√£o. "Talvez tenham sido feitos mais com o intuito de se resguardar de eventuais responsabilidades", finalizou o delegado.

Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde também se manifestou por meio de nota à imprensa.

"A SESA lamenta que pr√°ticas irregulares e distorcidas no atendimento do sistema público de saúde ainda aconte√ßam. A opera√ß√£o deflagrada pela Polícia Civil nesta ter√ßa-feira (6) vai auxiliar no esclarecimento dos fatos. A Sesa abriu procedimento interno para apurar possíveis ilegalidades e atuado em conjunto com os órg√£os de controle e que comprovada qualquer irregularidade, que os envolvidos sejam responsabilizados", diz a nota, na íntegra.

Fonte: Banda B
Comunicar erro
Prime News

© 2020 Prime News - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Prime News
CORES DEMO
PERSONALIZADA

Acesse a administra√ß√£o do portal e veja todas as possibilidades e op√ß√Ķes de personaliza√ß√£o de cores, blocos, widgets e v√°rios outras possibilidades. Clique aqui para ir ao painel.

OUTROS TEMAS