Educação Os primeiros brasileiros

Coleção "Os Primeiros Brasileiros" tem exposição virtual

Por Administrador

13/04/2021 às 07:37:34 - Atualizado h√°

O diretor do Museu Nacional, professor Alexander Kellner, em entrevista - T√Ęnia Rêgo/Agência Brasil

Alexander Kellner afirmou que o fundamental, dentro deste contexto de pandemia, é que as pessoas entendam que o Museu Nacional est√° vivo e que é importante transmitir o conhecimento científico. “E nada melhor do que falar sobre os primeiros brasileiros que estavam aqui muito antes da gente”. A exposi√ß√£o virtual é inteiramente gratuita.

Mergulho

A cole√ß√£o Os Primeiros Brasileiros faz um “mergulho histórico” no Brasil e na participa√ß√£o dos índios no país. “E faz isso por meio dos índios do Nordeste, que foram os primeiros tocados pela coloniza√ß√£o”, destacou o antropólogo Jo√£o Pacheco de Oliveira, do Museu Nacional, que idealizou a mostra em parceria com a Articula√ß√£o dos Povos e Organiza√ß√Ķes Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (Apoinme). Potiguares e tupinamb√°s est√£o entre as etnias que participaram do primeiro momento da coloniza√ß√£o no Brasil. “S√£o povos que est√£o na história desde o início”, observou o antropólogo.

Oliveira disse que a partir desse mergulho na história do Brasil, a exposi√ß√£o revela que, dentro de sua concep√ß√£o original, esses indígenas foram muito ricos, bonitos e felizes. “E depois, a situa√ß√£o se torna mais difícil, com a chegada de formas muito duras da coloniza√ß√£o. É um momento do índio dentro da coloniza√ß√£o”. Numa terceira fase, come√ßa a se ver a história dos índios atuais, com apresenta√ß√£o de pe√ßas da cultura indígena. A última parte relata os indígenas mais contempor√Ęneos, o que est√£o fazendo hoje e o que pensam também.

Abertura da exposi√ß√£o Índios: Os Primeiros Brasileiros, no Memorial dos Povos Indígenas, em Brasília. As imagens e documentos expostos permitem que o público viaje pela história do Brasil e dos povos indígenas.

Exposi√ß√£o Índios: Os Primeiros Brasileiros, no Memorial dos Povos Indígenas, em Brasília - Valter Campanato/Arquivo Agência Brasil

As memórias da forma√ß√£o do Brasil, bem como da participa√ß√£o do índio na atualidade, s√£o apresentados em painéis históricos e por meio de músicas, filmes e fotografias, que registram a diversidade e as narrativas dos povos indígenas nacionais. A grande maioria é formada de imagens tiradas de quadros que est√£o no Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) e em outros equipamentos do Brasil e do exterior.

H√° também muitas gravuras, mapas, personagens históricos e, inclusive, charges, contou Jo√£o Pacheco de Oliveira. As condi√ß√Ķes de vida, a ambienta√ß√£o nos diversos biomas retratam como eram os primeiros brasileiros que habitavam desde parte de Minas Gerais até o Maranh√£o. Cerca de 180 imagens de materiais históricos e contempor√Ęneos, 12 trilhas sonoras e cinco filmes comp√Ķem os ambientes. H√° ainda maior espa√ßo dedicado a narrativas e representa√ß√Ķes indígenas da atualidade, por meio de depoimentos em vídeos ou galerias com imagens dos diversos povos.

Guia

A exposi√ß√£o oferece também um Guia Did√°tico para Educadores, com referenciais teóricos e sugest√Ķes de atividades pr√°ticas, que poder√£o ser desenvolvidas em salas de aula físicas ou digitais. Segundo o professor Jo√£o Pacheco de Oliveira, trata-se de um guia muito rico para os professores trabalharem neste mês, quando se comemora o Dia do Índio, em 19 de abril, e se fala muito na tem√°tica indígena. “É um guia tem√°tico preparado especialmente para ajudar os professores a fazer visitas virtuais com seus alunos e a preparar exercícios a partir disso. Esse guia est√° muito interessante, tem muito material e abrange os índios do Nordeste, que s√£o menos conhecidos do que outros”, acrescentou o antropólogo.

Essa primeira edi√ß√£o virtual tem apoio do Projeto Museu Nacional Vive, que é uma coopera√ß√£o técnica entre a UFRJ, a Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas para a Educa√ß√£o, a Ciência e a Cultura (Unesco) e o Instituto Cultural Vale. Após o lan√ßamento, a exposi√ß√£o estar√° disponível à visita√ß√£o pelo público que, ao final da experiência, poder√° avaliar, sugerir novos temas e colaborar com as futuras exposi√ß√Ķes do Museu Nacional.

O lan√ßamento da mostra, a partir das 18h, pode ser acompanhado no canal do Museu Nacional/UFRJ no Youtube . Em seguida, estar√° acessível em www.osprimeirosbrasileiros.mn.ufrj.br.

Comunicar erro
Prime News

© 2021 Prime News - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Prime News
CORES DEMO
PERSONALIZADA

Acesse a administra√ß√£o do portal e veja todas as possibilidades e op√ß√Ķes de personaliza√ß√£o de cores, blocos, widgets e v√°rios outras possibilidades. Clique aqui para ir ao painel.

OUTROS TEMAS