Sa√ļde S√£o Paulo

Covid-19: SP cria fase de transição e libera comércio no fim de semana

Por Administrador

16/04/2021 às 15:42:47 - Atualizado h√°

Detalhamento da Fase de Transição - Governo do Estado de São Paulo

Uma nova reclassifica√ß√£o ser√° anunciada pelo governo paulista no dia 1¬ļ de maio.

O Plano S√£o Paulo é dividido em cinco fases que v√£o do nível m√°ximo de restri√ß√£o de atividades n√£o essenciais (Vermelha) a etapas identificadas como controle (Fase Laranja), flexibiliza√ß√£o (Amarela), abertura parcial (Verde) e normal controlado (Azul). O plano divide o estado em 17 regi√Ķes e cada uma delas é classificada em uma fase, dependendo de fatores como capacidade do sistema de saúde e a evolu√ß√£o da epidemia.

Fase emergencial

Desde o dia 6 de mar√ßo, o estado entrou na Fase 1-Vermelha do Plano S√£o Paulo. Mas com a grande press√£o sobre o sistema de saúde, com taxas de ocupa√ß√£o de leitos de UTI superiores a 90%, S√£o Paulo decretou ainda mais restri√ß√Ķes, entrando em uma Fase Emergencial no dia 15 de mar√ßo, com suspens√£o de jogos de futebol e das aulas e proibi√ß√£o de cerimônias e cultos religiosos coletivos. A fase emergencial, ainda mais restritiva que a Fase 1-Vermelha do Plano S√£o Paulo, durou até o dia 11 de abril.

J√° na última segunda-feira (12), teve início no estado a Fase 1-Vermelha, onde somente servi√ßos considerados essenciais podem funcionar. O governo ent√£o liberou as partidas de futebol e outras competi√ß√Ķes esportivas. As aulas presenciais voltaram a ser liberadas, mas com limite de 35% na quantidade de alunos. J√° os cultos e cerimônias religiosas coletivas continuam proibidos. Essa fase termina no próximo domingo (18).

Indicadores

A Fase Emergencial ajudou a promover uma pequena queda na procura por leitos de interna√ß√£o para covid-19. Na semana passada, entre os dias 4 e 10 de abril, o estado apresentou queda de 17,4% no número de interna√ß√Ķes, apesar do registro continuar alto, com uma média de 2.642 interna√ß√Ķes di√°rias. O pico de interna√ß√Ķes ocorreu na 12¬™ Semana Epidemiológica, entre os dias 21 e 27 de mar√ßo, quando foi registrada uma média di√°ria de 3.381 interna√ß√Ķes. O dado sobre as interna√ß√Ķes é importante porque demonstra a situa√ß√£o atual da pandemia e costuma ser o primeiro dado a demonstrar mudan√ßa no curso da pandemia. Depois de queda nas interna√ß√Ķes, é esperada queda dos demais indicadores nas próximas semanas.

Por outro lado, o número de casos ainda registrou crescimento de 5%, com uma média móvel di√°ria de 16.453 novos casos por dia, registrando um novo pico. As mortes cresceram 13% na semana passada, com o registro de 808 mortes por dia, o mais alto desde o início da pandemia no estado.

Até hoje, o estado contabiliza 2.722.077 casos confirmados, com 87.326 mortes. A taxa de ocupa√ß√£o de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) est√° hoje em 85,3%, com 11.756 pessoas internadas em estado grave. H√° duas semanas, no dia 2 de abril, o estado tinha 13.120 pacientes internados em UTIs.

Segundo o governo, a queda no número de pacientes internados come√ßou a ocorrer no dia 28 de mar√ßo, cerca de duas semanas após o anúncio da Fase Emergencial, que corresponde ao período médio que dura entre a contamina√ß√£o e a interna√ß√£o em UTI. “Essa queda persiste e hoje temos redu√ß√£o di√°ria de aproximadamente 1,4%, o que significa menos 140 pacientes por dia em UTI”, disse Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência de S√£o Paulo.

Comunicar erro
Prime News

© 2021 Prime News - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Prime News
CORES DEMO
PERSONALIZADA

Acesse a administra√ß√£o do portal e veja todas as possibilidades e op√ß√Ķes de personaliza√ß√£o de cores, blocos, widgets e v√°rios outras possibilidades. Clique aqui para ir ao painel.

OUTROS TEMAS